Críticas, Filmes

Crítica Sincera | As Aventuras do Pequeno Colombo

Dica-de-Cinema_3_FevÉ sempre muito bom saber que o Brasil, mesmo com todas as dificuldades que nós sabemos que ele possui, ainda consegue produzir arte e se destacar. O filme “As Aventuras do Pequeno Colombo” antes de marcar presença nos cinemas brasileiros, já passou por diversos festivais mundo a fora.

Rodrigo Gava dirigiu os dois longas-metragens de animação brasileira com a maior bilheteria do país: “Xuxinha e Guto” (Warner Bros), como diretor de animação, e “Turma da Mônica em Uma Aventura no Tempo” (Buena Vista International ), como codiretor geral, além de dirigir também a série animada de TV “Turma da Monica”, exibida pela Cartoon Network em toda America.

“As Aventuras do Pequeno Colombo” traz as versões jovens de Cristóvão Colombo, Leonardo Da Vinci e Mona Lisa em busca de um tesouro. Os pequenos embarcam num navio rumo a uma ilha na qual esse tesouro estaria escondido há milhares de anos. Na jornada à terra de “Hi Brazil”, o trio terá que enfrentar muitos contratempos, mas a coragem de Cris, as invenções de Leo e o poder de Lisa vão ser cruciais para fazê-los aprender a lidar com as adversidades.

Bom, essa foi a sinopse oficial. Vamos às ressalvas:

A primeira vez que fiquei sabendo que seria uma animação sobre Leonardo Da Vinci, Cristóvão Colombo e Mona Lisa, pensei: de onde saiu essa ideia? Não parecia haver sentido nenhum na escolha dos personagens, entretanto, sendo um filme infantil achei que não fosse de todo o importante ser historicamente correto. Imaginei que faria sentido uma história com Leonardo da Vinci e a personagem de uma das suas obras mais famosas: A Gioconda – pois é, esse é o nome da Mona Lisa em Italiano -, mas a presença de Cristóvão Colombo me deixou um pouco confuso.

O fato é que depois de uma pesquisa rápida, descobri que tanto “Cris” quanto “Leo” não só viveram no mesmo período histórico, como também moravam no mesmo país, o primeiro nasceu na região atualmente conhecida como Florença enquanto o segundo em Gênova. Eu nunca fui o melhor aluno em história então isso me pareceu incrível! Outro fato legal é que a diferença de idade dos dois era de cerca de um ano!

As aventuras do Jovem Colombo
Princesa Mab botando moral no Cris

A história começa com os três amigos se interessando pela lenda da ilha misteriosa chamada “Hi Brazil” – um nome que ainda não descobri o porquê de ser americanizado. Cris é um garoto corajoso que sonha em ser um capitão, Leo é um pequeno inventor cujas invenções tendem a dar errado, e Lisa é a Lisa e praticamente é só isso mesmo. Lisa é uma garota cujo o único diferencial parece ser a beleza e a capacidade de convencer as pessoas através disso, numa habilidade que parece ter sido inspirado no Gato de Botas de “Shrek”.

Cris decide brincar de descobrir a localização da ilha misteriosa e repleta de tesouros com um marinheiro veterano através de um mapa que ganhou de aniversário do pai. Acontece que ele por acaso acaba conseguindo (what?!), o que desperta o interesse do povo das águas em destruir o mapa e qualquer um que pudesse chegar ao “continente virgem” através dele. É assim que a turminha conhece a princesa guerreira com headphone Mab (claramente inspirada na princesa Leia da ópera espacial Star Wars).

Mab é uma princesa legal que é dublada pela Isabelle Drummont (A Emília do segundo live action de Sítio do Pica-Pau Amarelo), ela pede ao Rei que a deixe convencer Cris a não tentar encontrar Hi Brazil, já que o plano inicial do pai seria meter o terror porque os humanos são todos assassinos perigosos e tal. Acontece que Cris, Lisa e Leo (que não para de falar “mama mia!”) deixam o mapa absurdamente impreciso cair nas mãos de uma pessoa extremamente ambiciosa, e assim a trama se complica.

Com uma história simples, várias referências interessantes e a participação como dublador do grande José Wilker – que pasmem, já está morto há 3 anos -, “As Aventuras do Pequeno Colombo” mistura um pouquinho de história e bastante ficção em um filme ok.

Pode ter sido culpa de eu ter assistido Moana dois dias antes, mas realmente acho que um filme infantil não precisava ter uma história tão simples e personagens femininas tão subestimadas. Só para deixar claro: Lisa tem um papel importante na história (dois na verdade), mas não é suficiente, e a animação pode acabar  passando uma lição muito errada para um caráter que ainda está em formação como é o das crianças, principalmente porque Lisa não participa da viagem do filme “por ser menina”.

“As Aventuras do Pequeno Colombo” estreia dia 06 de julho, no mesmo dia que “Homem-Aranha: de Volta ao Lar”.

 

NOTA DO FILME : 5,5

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s